03/12/16

Eu não tinha condições financeiras “Deus está me fazendo prosperar em plena crise.”

Adicionar legenda  
João Neves Semira, de 60 anos, mora no bairro de Anchieta, Zona Norte do Rio de Janeiro. Ele diz que tinha um sonho de ter sua própria loja, mas não tinha condições financeiras. Viu então, uma loja que quase sempre ficava fechada.
“Fiquei interessado e fiz uma oração a Deus: “Pai, dê um trabalho para essa pessoa e que essa pessoa possa me vender essa loja”. Um dia, comentei com o dono e ele me fez uma oferta para vender as duas lojas por um preço que eu não tinha como pagar.”
“Após ser associado do carnê na Igreja Mundial do Poder de Deus, eu não esperava e apareceu em minha conta uma quantia. Meu sobrinho vendeu um terreno e depositou em minha conta. Consegui comprar a loja e um carro novo, pois o que eu tinha, quando chovia, ficava mais molhado do que do lado de fora. Deus está me fazendo prosperar em plena crise.”
Matéria de: Dorcas Ramos

Eu só tenho que agradecer a Deus “Levaram meu carro com os meus propósitos que faço aqui na Igreja Mundial.”


FOTO: Ricardo Emerick
José Jorge Marcius, de 76 anos, mora no bairro de Madureira, Zona Norte do Rio de Janeiro. Ele afirma que Deus tem abençoado sua vida mais do que imaginava.
“Levaram meu carro com os meus propósitos que faço aqui na Igreja Mundial. Não propósitos em dinheiro, mas objetos como a toalha “Se Tu Uma Benção”, dentre outros. Encontrei o carro, por meio de informações, no bairro de Cascadura, Zona Norte.”
“Eu vivia sem equilíbrio, caia muito, mas Deus me curou e agora subo as escadas normalmente, como se nada tivesse me acontecendo”. José sobe as escadas do altar de sede de Piedade, canta louvores que compôs e agradece a Deus por tudo.
Matéria de: Dorcas Ramos

21/11/16

Cumprimento do propósito para com Deus "As pessoas passaram a zombar de mim em todos os lugares (...) eu não sabia mais o que fazer."

FOTO: Eduardo Pinto
O que deveria ter sido uma cirurgia simples de apendicite quase custou a saúde de José Wilson da Silva, de 58 anos, morador de Lagoa Grande, Minas Gerais. "Quando fui retirar os pontos da cirurgia, alguns deles abriram e parte da apendicite saiu da barriga. Os médicos tiveram de me enfaixar, mas mesmo assim, a minha barriga dilatou e ficou grande, gigante, deformada. Pela medicina, não havia como resolver. As pessoas passaram a zombar de mim em todos os lugares, as roupas não serviam mais, eu sofria muita humilhação, a barriga doía e ardia, enquanto alguns engraçadinhos me perguntavam sobre a gravidez. Nenhum hospital me aceitava para cirurgia, eu não sabia o que fazer".
Através do programa de televisão da Igreja Mundial do Poder de Deus, José Wilson encontrou a fé em Jesus Cristo, "pela fé do Apóstolo Valdemiro Santiago. Eu comecei a confiar em Deus e a pedir que, se Deus quisesse, me libertasse daquele sofrimento. Eu ajoelhava na beirada da estante da televisão, ao lado de minha esposa, para suplicar a ajuda de Deus. Em meu coração, determinei com Deus que seria curado e que, quando acontecesse, viria até a Igreja Mundial do Poder de Deus, para abraçar ao Apóstolo Valdemiro Santiago e contar o testemunho da minha cura diante de todos".
E, neste sábado, dia 29 de Outubro de 2016, José Wilson cumpria seu propósito para com Deus, em um abraço sobre o altar no Apóstolo Valdemiro Santiago. "Deus atendeu minha oração e, como disse, abracei ao Apóstolo, em sinal de gratidão. Deus é poderoso".
Matéria de: Victor Correa

Fogo de Deus é maior "Embora eu não soubesse o que me causava as feridas, sabia quem era Deus."

FOTO: Eduardo Pinto
Por dezoito dias, Davy Ribeiro de Assis, 64 anos, morador de Santo Antônio do Leste, no Mato Grosso, sofreu com feridas de lepra pelo corpo inteiro. "Os médicos não sabiam o que dizer ou fazer por mim", conta Davy. "Não havia remédio, não tinha o que resolvesse, era uma dor intensa, parecia que meu corpo iria se partir em vários pedaços. Eu tinha chagas até dentro do olho e da língua, coçando, ardendo. Para tomar banho, eu chorava de dor e deitava apenas de costas na cama, para o outro dia, ver o couro sair inteiro no lençol ensanguentado. As feridas me deixavam em carne viva e lembravam queimaduras de terceiro grau, todos me perguntavam se eu tinha me queimado, alguns até me falaram que era fogo selvagem e que eu morreria, que eu não escaparia. Repreendi em nome de Jesus".
Conhecedor do Poder de Deus e membro da Igreja Mundial do Poder de Deus há oito anos, Davy colocou Deus na causa. "Embora eu não soubesse o que me causava as feridas, sabia quem era Deus. Comecei a buscar em casa, a beber da água consagrada e a passar essa água pelo corpo com a toalhinha Sê Tu Uma Bênção, enquanto clamava pela misericórdia de Deus".
Foi uma pregação do Apóstolo Valdemiro Santiago que mudou tudo para Davy. "Eu apelava a Deus quando o Apóstolo subiu ao altar recentemente e disse que todos os leprosos que assistiam, que acreditassem, seriam purificados. Eu abracei a televisão e comecei a chorar, recebi a minha vitória. Depois de cinco dias, Jesus havia me curado completamente. Eu nasci de novo, pela graça do Senhor".
Matéria de: Victor Correa

Deus liberta através da fé "Antes de ouvir ao Apóstolo falar de Jesus, eu nem acreditava que Ele existia, mas Deus acreditou em mim."

FOTO: Eduardo Pinto
"Eu conheci a Igreja Mundial do Poder de Deus no presídio", conta Marcelo Antônio Rodrigues, de 29 anos. "Passei muito da minha vida envolvido em drogas e bebidas alcoólicas. Eu deixei que a minha vida se destruísse e perdi o valor para o mundo, perdi todos e não havia mais uma solução para minha situação. Cumpria pena por seis anos, quando conheci a Deus através da pregação do Apóstolo Valdemiro Santiago, pela televisão.
Eu assisti alguns dias e fiz um apelo a Deus. Confiei que era mesmo Deus no ministério, na vida do Apóstolo e de muitos presentes nas transmissões e pedi que, se Deus estivesse mesmo, existisse e fazendo tantos milagres, que eu o serviria. Não tinha mais nada para mim, eu era excluído da sociedade e, antes de ouvir ao Apóstolo falar de Jesus, eu nem acreditava que Ele existia. Mas Deus acreditou em mim.
Ainda na prisão, eu disse a Deus que, se Ele mudasse minha vida, viria dar meu testemunho ao Brasil e ao mundo, de que o Senhor me libertou. Deus honrou o que eu pedi e a Presença Dele na vida do Apóstolo e no ministério. Essa obra me concedeu vida, esperança e acima de tudo, amor. Fui liberto das drogas, do crime e da pena pela misericórdia de Deus e, por ela, entendi que não há limites quando acreditamos no Deus Vivo Todo Poderoso". Marcelo cumpria o seu relato sobre o altar, neste domingo, 30 de Outubro de 2016, com seu alvará de soltura, honrando ao voto feito com Deus. "Além da minha vida, Deus libertou minha mãe do vício da bebida e hoje, sei o que é ter Deus de verdade comigo, o que é ter satisfação de vida e saber que Ele cuida de mim. Sou muito grato a Jesus".
Matéria de: Victor Correa

17/11/16

Candelabro e azeite para o Terceiro Templo já estão prontos

Candelabro e azeite para o Terceiro Templo já estão prontos
Um azeite especial, ritualmente puro, foi cuidadosamente preparado pelo Sinédrio para que o os sacerdotes possam acender a menorá – candelabro de 7 braços – caso o governo lhes dê permissão.
“O azeite está pronto, então se o governo permitir, estamos prontos para subir ao Monte do Templo e acender a menorá”, afirmou rabino Yaakov Savir, nomeado pelo Sinédrio para supervisionar o complexo processo de produção.
Ele explicou ao Breaking Israel News que a iluminação da menorah é considerada uma oferta ritual a Deus: “O azeite é queimado tal como um sacrifício de animais, sendo considerado uma das ofertas diárias do Templo”.
Para os rabinos ligados ao Instituto do Templo, não é necessário existir um Templo para que se possa acender o candelabro. Nas circunstâncias atuais, levar o candelabro para o Monte do Templo é impossível, uma vez que nem fazer orações no local os judeus podem.
Mesmo assim, o Sinédrio mantém-se esperançoso. O rabino Savir explica: “Podemos fazer esta parte do serviço do Templo sem que ele esteja, de fato, ali. Estamos preparando agora o azeite para que, caso a situação subitamente mude, possamos estar prontos para realizar este mitvah [mandamento].”
Curiosamente, para executar o mandamento de acender a menorá, não é necessário que ele seja de ouro. De acordo o Livro de Êxodo, o candelabro deve ser feito de “ouro batido”. O Instituto do Templo construiu uma réplica nas medidas originais, mas feito de madeira. Caso surja a possibilidade de realmente poderem levarem a peça até o alto do Monte do Templo, eles dizem que poderiam fazer um de metal em pouco tempo.

Será aceso em 29 de dezembro

Está próximo o festival religioso de Chanucá, chamada de “Festa das Luzes”, que marca a vitória dos judeus na revolta dos macabeus, em 165 a.C. Durante oito dias as famílias judias praticantes acendem os braços de uma menorá em suas casas.
O rabino Hillel Weiss, porta-voz do Sinédrio, enfatizou como será o procedimento. O óleo especial será usado para acender o menorá de madeira na sexta noite de Hanukkah, dia 29 de dezembro. A cerimônia ocorrerá em Jerusalém, e os Kohanim (homens da casta sacerdotal) vestirão suas vestes sacerdotais e reproduzirão o que seus antepassados faziam no Templo.
Voluntários esmagando azeitonas para o azeite.
O processo bíblico de preparação do azeite é complicado. O rabino Savir fez diversas tentativas, por vários anos, tentando recriar o processo exato usado pelos sacerdotes quando o Templo estava em pé.
“A Torá especifica que as azeitonas são marteladas. Nenhum outro meio de extrair o azeite é permitido pela lei da Torá”, explicou. Depois de esmagar cada uma, separara-se as azeitonas por vários dias, sem aplicar qualquer pressão. Assim, o azeite escorre sozinho. O rendimento é muito baixo, mas a qualidade, medida pela acidez, é muito superior a qualquer outro método.
Savir explica que foram usados 45 quilos de azeitonas para produzir um pouco mais de dois litros e meio do azeite.
Para ele, “Está claro que o Templo será reconstruído. Isso pode acontecer mais cedo ou mais tarde, mas as pessoas estão se tornando mais conscientes da necessidade do Templo, estudando sobre isso, e o número de visitantes ao Monte do Templo está crescendo continuamente”. Enfatiza ainda: “É inevitável que a vontade do povo, seu desejo de construir o Templo, se torne uma realidade”.                                                                             
(Fonte:noticias.gospelprime.com.br)

15/11/16

Confiança em Deus na hora da dor "Eu não conseguia nem andar, deixava um rastro de sangue atrás de mim."

FOTO: Eduardo Pinto
Um acidente caseiro queimou todo o corpo de Maria José da Silva Sousa, de 52 anos. "O fogo caiu pelas pernas, que corri para o quintal ainda pegando fogo, desesperada e cheia de dor. Fui levada ao médico às pressas e chegaram a dizer que eu estava morta, que não voltaria mais. Sofri queimaduras de primeiro, segundo e terceiro grau, que marcou toda a minha pele".
Maria passou quatro anos em tratamento, por conta das queimaduras. "A medicina me desenganou, os médicos me disseram que eu não conseguiria mais andar, que eu ficaria presa a uma cadeira de rodas e alguns queriam amputar o meu pé esquerdo, que ficou tão afetado que eu não conseguia nem andar, deixava um rastro de sangue atrás de mim".
Conhecedora da Igreja Mundial do Poder de Deus través de uma amiga, Maria decidiu confiar em Jesus. "Passei a frequentar o templo, a participar dos propósitos e das orações e, quando houve a inauguração do templo principal em Guarulhos, compareci e recebi orações da Bispa Franciléia, que ungiu minha cabeça, me abraçou e determinou minha cura, depois, o Bispo Josivaldo Batista também me abençoou na reunião e, lá mesmo, voltei a andar. Desde então, Deus me deu minha vida de volta, hoje, trabalho normalmente e sou muito grata ao Senhor".
 Matéria de: Victor Correa

12/11/16

Minha mãe foi salva pelo milagre de Deus “Minha mãe ficou cinco dias internada.”

FOTO: Ricardo Emerick
A filha, Maria das Graças Dias Ferreira Souza, de 34 anos, mora no bairro Anchieta, Zona Norte. Relata que sua mãe, Francisca da Silva Vieira, de 69 anos, estava sozinha quando sua filha, Maria, chegou em casa. Sua mãe estava sentada na cama tendo convulsões e que no mesmo estante, ela levou a mãe para o médico. A enfermagem verificou que a pressão e a glicose estavam alteradas.

Maria contou que o médico disse que sua mãe teve um AVC. “Ela ficou três dias internada na Clínica Carmim. Depois de liberada, após três dias em casa, teve um infarto. Novamente, estava sozinha. Graças a Deus, cheguei na hora e levei a minha mãe para o hospital Carlos Chagas. Ela ficou mais cinco dias internada e sem falar, sem comer, sem urinar. Perdeu peso, ficou no CTI por 21 dias internada e depois foi transferida para o hospital Eduardo Rabelo. Eu fiz uso da minha fé, usei a toalha “Sê Tu Uma benção”. Deus operou o milagre, ela fez exames e graças a Deus esta curada. Ela conheceu a Igreja Mundial do Poder de Deus quando falei das maravilhas desse ministério. Meu filho, que era uma criança inquieta, hoje está calmo. Graças a Deus”.
Matéria de: Dorcas Ramos

Confiança em Deus é o segredo da vitória

FOTO: Eduardo Pinto
Condenada a seis meses de vida, Luzia Irene da Silva, de 55 anos, moradora de Volta Redonda, Rio de Janeiro, encontrou salvação em Jesus. "Eu tive primeiro um câncer no útero e, depois, em 2013, tive um novo câncer, desta vez no meu intestino, que começou a afetar todo o funcionamento dos meus órgãos internos. Ele foi diagnosticado como câncer maligno e dois médicos me desenganaram e disseram que não havia o que ser feito. O cardiologista disse que, se qualquer tratamento fosse feito, eu morreria na mesa de cirurgia e, se nada fosse feito, eu também morreria em casa, em matéria de seis meses. Ele chegou a chamar minha família, avisar e ordenar comprar o caixão. O segundo médico, entretanto, disse que tentaria, mesmo sabendo do fracasso".
Depois de quinze dias sem conseguir comer e condenada pela avaliação médica, Luzia preservou sua fé. "Glorifiquei e agradeci a Deus por ter conseguido a chance de ser operada por um dos médicos, acalmei minha família dizendo a todos que seria o que Deus decidisse, que Ele estava no controle e que eu confiava no Senhor. Conversei com o cirurgião e disse que, pela misericórdia de Deus, eu não seria enviada ao CTM. Ao me ouvir, o médico cirurgião disse: "Vamos confiar em Deus" e me animou. Levei uma toalhinha Sê Tu Uma Bênção e coloquei na minha cabeça e uma toalha de corpo Sê Tu Uma Bênção, de um dos propósitos antigos, para me secar no hospital, que as enfermeiras se encantaram quando viram”.
“O programado era de eu ficar internada por sete dias para me recuperar após a cirurgia", continua a explicar Luzia, "mas, Deus me deixou apenas três dias, que as enfermeiras se assustaram. Depois de três dias, fui liberada e todas elas perguntavam como, porque o tempo normal de recuperação é sete dias. Eu sempre dizia: Deus é quem me protegeu. Operei na sexta e saí do hospital no dia do Milagre Urgente, terça feira. Louvo muito a Deus, pelo milagre que Ele operou na minha vida".
 Matéria de: Victor Correa

10/11/16

Michel Temer quer proibir a biblia no brasil #Alerta


O Congresso Nacional, em sessão conjunta entre deputados e senadores, aprovou na madrugada desta sexta-feira (13) o texto-base da Lei que vai proibir o uso da Bíblia Sagrada em 2017 no Brasil.
O texto-base foi aprovado com 199 votos favoráveis dos deputados e 8 contrários. Entre os senadores, a votação foi simbólica, sem a contagem de votos no painel eletrônico.
A lei  estabelece os parâmetros para a proibição do uso de material cristã em escolas e outros locais publico e poderá ser expandida para todos os locais publico. Nenhum deputado da bancada evangélica estava presente no dia da votação que foi estratégica
 A lei causou um certo reboliço na população brasileira e no povo cristão em geral. Para alguns a implantação da lei é o sinal da “VOLTA DE CRISTO”, para a Temer o Estado laico significa um país ou nação com uma posição neutra no campo religioso. Também conhecido como Estado secular, o Estado laico tem como princípio a imparcialidade em assuntos religiosos, não apoiando ou discriminando nenhuma religião.

Pelas palavras e gestos do presidente Temer que você vai poder ver no vídeo abaixo, aparentemente ele fala de um cartão com chip que receberá todas as informações do indivíduo, mas por ele não detalhar melhor a sua ideia, levantou-se a dúvida e o julgamento de muitos religiosos sobre o assunto.
Para os evangélicos é o sinal claro que O Rei Está Voltando  o Rei está voltando A trombeta está soando.
A Jornalista Rachel Sheherazade tambem fez um alerta sobre o caso, veja no vídeo abaixo
Fonte www.fucadanarede.com
                   

07/11/16

Fiz o propósito da chave, minha filha já esta trabalhando “Eu estou muito feliz.”

FOTO: Ricardo Emerick
Waltercy Marquinis tem 79 anos, mora no município de Duque de Caxias e veio relatar o milagre que recebeu na Igreja Mundial do Poder de Deus quando usou a fé. “Minha filha Valquíria, de 41 anos, estava desempregada há oito meses, procurava trabalho e nada. Eu fiz o propósito da chave e disse: “filha, seu trabalho não vai demorar”. No dia seguinte, pela manhã, ela recebeu uma ligação para comparecer no sindicato. Era uma porta que se abriu para ela e eu estou muito feliz”.
Matéria de: Dorcas Ramos

Não tínhamos condições financeiras “Temos prosperado.”

FOTO: Ricardo Emerick
“Eu e meu esposo, Sidney Afonso Sardinha, de 52 anos, compramos um carro”, Ivani de Souza Sardinha, tem 55 anos e relatou que o carro foi um Saveiro: “não tínhamos condições na época, mas Deus abençoou. Hoje, temos caminhões, trabalhamos com transportadora de mudanças, temos prosperado e fabricamos doces para vender. Deus é fiel”.
Matéria de: Dorcas Ramos

STF julgará exclusão de pena por sacrifício de animais em rituais religiosos

foto STF
O Supremo Tribunal Federal (STF) julgará a exclusão de pena em casos de sacrifício de animais para rituais religiosos. Nesta semana o ministro Marco Aurélo Mello autorizou a decisão considerada polêmica - assim como tem sido a condenação das vaquejadas. A presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, deverá marcar uma data para julgamento da matéria. De acordo com o G1, a matéria é de autoria do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS), que tenta derrubar trecho de uma lei gaúcha segundo a qual estão livres de pena por maus tratos a animais responsáveis por cultos e liurgias religiosas de matriz africana quando praticam o sacrifício. O candomblé é uma delas. A lei foi aprovada em 2004 pela Assembleia Legislativa do estado com 32 votos favoráveis e dois contrários. O autor da proposta, na época deputado Edson Portilho (PT-RS), argumentou que vários praticantes e sacerdotes estavam sendo processados após os cultos. O MP tentou derrubar o trecho da legislação no Tribunal de Justiça do estado, mas teve o pedido negado. O órgão recorreu à Suprema Corte em 2006. Embora a decisão do STF só valha para o Rio Grande do Sul, ela poderá criar entendimento que influencie tribunais de instâncias inferiores. A legislação brasileira considera crime os maus tratos a animais - que podem ser ferimentos e mutilação de espécies silvestres, domésticas, nativas ou exóticas -, com pena de prisão de três meses a um ano. O capítulo sobre meio ambiente também prevê a proteção da fauna, proibindo práticas que coloquem em risco sua função ecológica, provoquem a extinção da espécie ou submetam os animais a crueldade.
(Informações: Bahia noticias)

06/11/16

Participei da campanha do peixinho “Foi por meio do propósito do peixinho que Deus nos honrou.”

FOTO: Ricardo Emerick
“Moro no bairro de Irajá, meu nome é Nicéia da Silva Cesar e tenho 68 anos. Queria comprar uma casa perto de tudo, esse era meu projeto, mas, para mim seria impossível. No entanto, Deus me abençoou, eu vendi um apartamento e consegui comprar uma casa. Ela estava avaliada em um preço muito alto e comprei por menos. Demorou só dois meses para vender meu apartamento. Foi por meio do propósito do peixinho que Deus nos honrou.”
 Matéria de: Dorcas Ramos

Retorno de gratidão Após ser abraçada pelo Apóstolo Valdemiro Santiago, fiel testifica a cura de doença similar a lepra.

FOTO: Eduardo Pinto
Quinze dias atrás, especificamente no domingo, 25 de Setembro de 2016, Terezinha Alves da Silva, de 67 anos, recebeu de Deus sua cura, através de um abraço do Apóstolo Valdemiro Santiago. "Eu passei três meses com um tipo de lepra que encheu todo o meu corpo de feridas e escamas, que coçavam, doíam, sangravam. Cheguei a procurar os médicos, a fazer uma biopsia, mas ainda não recebi o resultado das análises. Meu corpo fedia, parecia que eu estava apodrecendo e eu tinha vergonha de sair e de continuar a minha vida, enquanto a medicina parecia ser incapaz de me ajudar". Convidada a vir até a Cidade Mundial dos Sonhos de Deus, Terezinha recebeu uma injeção de fé ao contemplar os milagres que o Poder de Deus opera através da Igreja Mundial do Poder de Deus.
"Os obreiros me ajudaram e me conduziram até o Apóstolo Valdemiro Santiago e o Homem de Deus me deu um abraço, depois disse que eu seria curada. Quando contei que sofria disso a três meses, ele me disse que em três dias, as feridas acabariam. Assim que voltei para casa, todas as feridas começaram a secar e a criar cascas. Não tenho dúvidas, o Apóstolo é um verdadeiro homem de Deus e a palavra dele se cumpriu. No terceiro dia, eu não tinha mais coceiras nem traços da doença, somente pequenas e leves marcas onde estavam as chagas", dizia emocionada.
Sobre o altar, Terezinha novamente abraçava o Apóstolo Valdemiro Santiago, desta vez, testificando o trabalhar da Mão de Deus. "Glorifico muito a Jesus, pelo que fez por mim, também pela vida do Apóstolo Valdemiro Santiago e por este ministério. O que parece impossível a todos, Deus realiza, através desta obra. Louvado seja o Senhor".
 Matéria de: Victor Correa

Minha história mudou “Agora, minha história é outra.”

FOTO: Ricardo Emerick
Luiz Carlos Rangel da Silva, de 42 anos, mora no bairro de Jardim América, Zona Norte. “Há um ano eu estava desempregado, só tinha para comer feijão com farinha. Eu não tinha dinheiro da passagem e estava quase desanimando de vir à Igreja, a fé estava oscilando. Deus foi misericordioso e abriu as portas. Hoje, trabalho 12x36, minha escala. Conheci a Igreja Mundial do Poder de Deus por meio de uma amiga, agora minha história é outra”.
Matéria de: Dorcas Ramos

Agora é só vitória “A resposta veio rápida do milagre.”

FOTO: Ricardo Emerick
“Quando o senhor, Bispo Roberto, fez o propósito da chave eu peguei logo”. Maria José Ozendo da Silva, de 53 anos, mora no bairro Jardim América, Zona Norte. Conta que foi abençoada assim que fez o propósito: “A resposta veio rápida do milagre, eu liguei minha vitória e recebi na terra. Minha casa estava à venda, um comprador comprou minha casa, agora é só vitória”.
Matéria de: Dorcas Ramos

PREPARE-SE Vol.134 - O FIM DO MUNDO ILLUMINATI 2017 [Illumiati Project 2...

                          

03/11/16

Igreja frequentada por negros é queimada e pichada nos EUA: 'Vote Trump'

Foto: Angie Quezada / Delta Daily News
Uma igreja frequentada por pessoas negras no Mississippi foi queimada e pichada com a inscrição "Vote Trump", conforme autoridades locais relataram nesta quarta-feira (2).Ninguém ficou ferido no ataque à Igreja Batista Missionária Hopewell, na cidade de Greenville. O FBI declarou que está investigando um incidente, ocorrido há uma semana das eleições presidenciais norte-americanas. De acordo com o comandante dos bombeiros da cidade, Ruben Brown, a causa do incêndio ainda não foi determinada e a igreja havia sido muito danificada pelo fogo.
Igrejas frequentadas por negros no sul dos Estados Unidos são tradicionalmente uma base de apoio para o Partido Democrata, da qual Hillary Clinton, adversária política de Donald Trump, é integrante. "Nós achamos que a mensagem na igreja é intimidatória", disse o chefe de polícia Delando Wilson, em declaração à imprensa. "Ela tenta impor as suas opiniões sobre alguém, e essa é uma igreja predominantemente de negros, e ninguém tem o direito de tentar influenciar como alguém vota nesta eleição". Ataques a igrejas frequentadas por negros, orquestradas por supremacistas brancos, também foram, historicamente, frequentes nos EUA, durante a luta pelos direitos civis, na década de 1960.

31/10/16

Jesus, fôlego de vida “Os dois pulmões dele foram danificados ao ponto de não bombardearem mais oxigênio para o resto do corpo.”

FOTO: Eduardo Pinto
Devido a uma grave pneumonia, o pequeno Caíque Augusto dos Reis Farias, de 8 anos, quase perdeu a vida. “Os dois pulmões dele foram danificados, ao ponto de não bombearem mais oxigênio para o resto do corpo com eficácia e, ele começou a perder o movimento das pernas, as forças do corpo e a respiração dele começou a piorar e entrar em falência”, conta a mãe, Maria Aparecida dos Reis Farias, de 51 anos, moradora de Juiz de Fora, Minas Gerais.
A família procurou auxílio na medicina, em vão. “Não tinha solução, os médicos diziam que ele perderia os dois pulmões, que nem mesmo um transplante poderia salvá-lo. Eu comecei a ficar desesperada, porque perderia meu filho”, explica Maria. “Eu o via sofrer com as dores, com a dificuldade de respirar, sem conseguir andar e brincar e eu fiquei sem saber o que fazer, a quem recorrer, era tão difícil e ele me perguntava: “mãe, eu vou morrer?“, eu não sabia o que dizer, só conseguia chorar”.
Foi no limite da situação que, no hospital, apresentaram à família o programa da Igreja Mundial do Poder de Deus. “Começamos a assistir e eu queria encontrar uma palavra de fé, de esperança e ela veio para nossa vida, através do Apóstolo Valdemiro Santiago. Deus renovou minhas forças pela pregação e pela mensagem do Homem de Deus. Colocamos a vida de Caíque nas mãos do Senhor e Ele operou o milagre. Hoje, ele está curado, anda, corre e canta louvores e glórias a Deus, pela vida. Somos muito gratos a Ele e a esta obra”, declara Maria, emocionada.
 Matéria de: Victor Correa

30/10/16

38 anos, fui dependente da bebida “Não nos falta nada, graças a Deus.”

FOTO: Ricardo Emerick
Meu nome é José Erilan Xavier dos Santos, tenho 48 anos, moro no bairro de Nova Iguaçu, Miguel Couto, Baixada Fluminense. Aos 12 anos, comecei a beber. Com o passar dos anos, eu ficava quase 24 horas bêbado. Por várias vezes, tentava parar mas, não conseguia, a abstinência me dominava. Mesmo sem dinheiro para o vício, os companheiros me emprestavam. Eu não tinha mais o respeito das pessoas, a minha própria filha Samara, de 11 anos, quando eu chegava em casa, pedia para a mãe, Solange F. Mendonça, 44 anos, leva-la para a casa da avó, pois não suportava ver aquela situação todos os dias.”
“Eu era um homem agressivo, nervoso, já havia tentado botar fogo em casa, mentia para minha esposa dizendo que ia para um lugar e saia para beber. Hoje, agradeço a Deus. Foi quando conheci o Deus vivo desse ministério, da Igreja Mundial do Poder de Deus, fui liberto. Foi em uma concentração que o Apóstolo Valdemiro Santiago realizou. Eu participei e, desde esse dia, já faz quatros anos que nunca mais bebi. Minha esposa tem outro milagre para falar.”
“Nossa vida financeira, há seis anos, estava no fundo do poço. Pela fé, eu peguei o carnê da oração incessante, para ajudar a obra da Igreja Mundial. Nosso comércio, que estava falindo, hoje se encontra prosperando. Tenho quatro casas lindas alugadas e, nosso comércio está de vento em popa. Todos os propósitos, nós participamos com uma oferta de um mil reais, não nos falta nada, graças a Deus”, declara Solange.
 Matéria de: Dorcas Ramos

Fui curado de trombose venosa “Assistindo a programação da Igreja Mundial pela televisão, os milagres me chamaram atenção.”

FOTO: Ricardo Emerick
“Tudo começou com uma trombose”, Paulo Roberto de Lima Mourão, de 38 anos, mora no bairro da Mangueira, Zona Norte. Relata tudo que passou até receber o milagre.
“Trombose profunda venosa não há como fazer cirurgia. Em 2015, comecei a sentir uma fisgada na perna direita, depois passou a inchar com fortes dores e avermelhada. Com dificuldades para andar, a coordenação motora foi parando aos poucos, até que parei de andar.”Paulo afirmou que ficou afastado do trabalho e que sua companheira, Nair da Silva Pereira dos Santos, de 47 anos, era quem cuidava dele e que só dormia com travesseiros embaixo das pernas. “Para sair de casa, eu pedia ajuda aos meus vizinhos para me levar de carro ao médico e resolver problemas particulares”.
“Quando apareceu um caroço nas minhas costas, aproximadamente media um tamanho de uma uva, precisei fazer drenagem. A enfermeira aplicava injeção, quando começava a sangrar eu sentia dor e pedia para cessar o tratamento”. Paulo descreveu como aconteceu a cura: “assistindo a programação da Igreja Mundial pela televisão, os milagres me chamaram atenção. Passei a ver a programação diariamente e a frequentar, mesmo não podendo andar. O bispo Roberto várias vezes descia do altar, fazia orações e pedia a Deus para que me curasse. Aos poucos o milagre começou acontecer. Passei andar, todas as enfermidades desapareceram e para honra e glória de Deus fiz novos exames, estou curado, graças a Deus”.
Matéria de: Dorcas Ramos

Fui curado de trombose venosa “Assistindo a programação da Igreja Mundial pela televisão, os milagres me chamaram atenção.”

FOTO: Ricardo Emerick
“Tudo começou com uma trombose”, Paulo Roberto de Lima Mourão, de 38 anos, mora no bairro da Mangueira, Zona Norte. Relata tudo que passou até receber o milagre.
“Trombose profunda venosa não há como fazer cirurgia. Em 2015, comecei a sentir uma fisgada na perna direita, depois passou a inchar com fortes dores e avermelhada. Com dificuldades para andar, a coordenação motora foi parando aos poucos, até que parei de andar.”Paulo afirmou que ficou afastado do trabalho e que sua companheira, Nair da Silva Pereira dos Santos, de 47 anos, era quem cuidava dele e que só dormia com travesseiros embaixo das pernas. “Para sair de casa, eu pedia ajuda aos meus vizinhos para me levar de carro ao médico e resolver problemas particulares”.
“Quando apareceu um caroço nas minhas costas, aproximadamente media um tamanho de uma uva, precisei fazer drenagem. A enfermeira aplicava injeção, quando começava a sangrar eu sentia dor e pedia para cessar o tratamento”. Paulo descreveu como aconteceu a cura: “assistindo a programação da Igreja Mundial pela televisão, os milagres me chamaram atenção. Passei a ver a programação diariamente e a frequentar, mesmo não podendo andar. O bispo Roberto várias vezes descia do altar, fazia orações e pedia a Deus para que me curasse. Aos poucos o milagre começou acontecer. Passei andar, todas as enfermidades desapareceram e para honra e glória de Deus fiz novos exames, estou curado, graças a Deus”.
Matéria de: Dorcas Ramos

O poder de Deus fez a prótese voltar para o lugar

FOTO: Ricardo Emerick
Zilda J. Batista Coelho, de 61 anos, mora no bairro de Cascadura, Zona Norte. Zilda relata que havia feito cirurgia, que após a revisão, a prótese não teria voltado para o lugar e que o médico receitou repouso de sete meses.
“Dentro do meu coração, eu sabia que a última palavra seria a de Deus.”
Zilda contou que estava em casa assistindo à programação pela televisão, ligou para o Bispo Roberto e disse: “Bispo, eu não aceito essa situação porque, se a prótese não voltar após o meu repouso, terei que operar novamente”. “Na sexta-feira liguei para o taxista, peguei a muleta e vim participar da reunião pela passagem do manto. Após a nova consulta, o médico fez novos exames e me disse: “a senhora não tem nada, não vai precisar operar o fêmur” e me perguntou: “ o que aconteceu com sua prótese? Como ela voltou voltou para o lugar sem cirurgia?", respondi: “foi o poder de Deus”.
(Matéria de: Dorcas Ramos)

Curada de lúpus “Quase perdi minha filha.”

FOTO: Ricardo Emerick
“Minha filha quase morreu”, afirma Josineide Maria da Silva Conceição, de 47 anos, que mora no bairro de Ramos, Zona Norte. Relata que Melissa Conceição da Silva, na época tinha 18 anos, quando começou com febre, suor e fraqueza.
“Ela foi socorrida na FIOCRUZ, fez exame, porém, não detectou nada. Ela foi transferida para outro hospital, fez exame e o médico disse que era desgaste físico. Realmente, minha filha estudava muito para passar no Enem. Os exames constaram que os rins dela estavam afetados. Dali em diante, ela passou a perder peso. Com 45 quilos, foi internada às pressas no CTI, onde ficou por quatro meses. Chegou a pesar 29 quilos, entubada. Quase perdi minha filha.”
“Ficou no isolamento. Eu e meu esposo, quando íamos visitar, tínhamos que vestir um roupão. Ela perdeu todos os movimentos, não falava mais e nem andava. Foi quando uma pessoa me evangelizou, falou desse ministério da Igreja Mundial do Poder de Deus e eu passei a usar a fé em Deus, quando o milagre aconteceu. Ela foi transferida para a enfermaria, ainda permaneceu um tempo no hospital até receber alta. Ela sofreu muito e nós também. Passou por quatro hospitais, ela estava morta e o Poder de Deus a ressuscitou. Hoje, ela veio contar um pedaço do que passou. Ainda fala, vive uma vida normal e está com 22 anos. Passou em duas provas no Enem, está curada e pesa 58 quilos”. “Eu fui abençoada. Eu e o meu esposo, Adriano, vivíamos sem casar á 23 anos. Hoje estamos casados e trabalhamos na obra de Deus”.
(Matéria de: Dorcas Ramos)

Livramento de morte no parto “Graças a Deus, deu tudo certo.”

FOTO: Ricardo Emerick
Maria de Lourdes da Silva Oliveira, mora no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste do Rio e, relata que a sua neta Ludmila, de 2 anos, nasceu prematura devido a mãe Joice, de 19 anos, ter passado mal com eclampse em casa antes do parto, em 2014.
“Meu filho Jeferson me chamou e disse: “minha irmã está morrendo”. Eu já conhecia a Igreja Mundial do Poder de Deus e vi inúmeros milagres que Deus tem feito nesse ministério, dobrei o meu joelho e disse: “Deus do Apóstolo Valdemiro Santiago, salva minha filha!”. Depois liguei para o bombeiro e fomos para a Maternidade Leila de Diniz, que fica no bairro de Curicica, Jacarepaguá, Zona Oeste. A doutora disse: “se a pressão dela não baixar, vamos salvar o bebê”. Eu disse: “doutora, seja feita a vontade de Deus”.
Maria descreve que passou a tolha “Se Tu Uma Bênção” na filha antes de ser levada para a sala de parto e afirmou que não demorou muito, a neta nasceu e foi levada para a incubadora. “Minha filha Joice teve parto de cesárea. Graças a Deus, deu tudo certo”.
(Matéria de: Dorcas Ramos)

Meu sonho foi realizado, graças a Deus “Estou muito feliz.”

FOTO: Ricardo Emerick
Marina Francisco de Almeida, de 59 anos, mora no bairro de Santa Cruz, Zona Oeste. Conta que recebeu de presente um carro Voyage 2010, do amigo Mauro.
“Para mim é uma grande vitória que Deus me deu, entre tantas que tenho recebido. Eu não tinha carro, meu sonho era ter um. Ás sextas-feiras, passo pelo manto, mas o mal não passa e nessa campanha Deus me abençoou.”
Bispo Roberto diz: “assim será na sua vida, muitas bênçãos que virão. Recebe essa vitória em nome de Jesus”. “Estou muito feliz”, diz Marina.
 (Matéria de: Dorcas Ramos)

24/10/16

Deus é quem abre as portas Pelo propósito da chave, com fé, fiel conquista casa dos sonhos.

FOTO: Eduardo Pinto
Através do propósito da chave, Luiz Cláudio Ruiz, de 42 anos, teve um de seus maiores sonhos realizado. "Sempre quis poder comprar a minha casa própria e não conseguia ter condições. Eu sonhava com uma casa de aparência específica, clamava a Deus por ela e confiava no Senhor que, no tempo Dele, eu um dia conseguiria realizar esse sonho".
Foi com o desejo em mente que Luiz optou por semear na obra de Deus. "Entrei no propósito da chave, na esperança da minha casa e, em pouco tempo, encontrei a casa dos sonhos. A casa era exatamente como eu a queria e imaginava. Não me preocupei com o valor dela, mas sim com o Poder de Deus. Vim até a sede, a Cidade Mundial dos Sonhos de Deus, no Brás, apanhei um pouco do óleo consagrado para unção e ungi a casa, depois coloquei a chave na fechadura da porta dela e declarei essa casa, que estava à venda, como minha, pela fé em Jesus".
Após o ato de fé, Deus proveu tudo em favor de Luiz. "Em pouco tempo, adquiri a casa, no valor de um milhão de reais, que Deus é quem me deu, pela fé. Hoje, moro nessa casa, glorifico muito a Deus e a esta obra, pois foi através deste ministério que o Senhor abriu as portas para que esse e muitos outros sonhos da minha vida fossem realidade. Obrigado, Jesus".
 Matéria de: Victor Correa

Tudo provém do Senhor "As portas se abriram e comecei a prosperar, pela misericórdia de Jesus Cristo."

FOTO: Eduardo Pinto
Depois de anos de uma vida de humilhação, Rinaldo dos Santos, de 48 anos, morador de Cajamar, São Paulo, glorifica a Deus pela mudança em sua vida. "Eu passei pela completa miséria, desvalido e sem recurso algum. Passava fome, sem conseguir conquistar nada na minha vida, parecia que todas as portas em que eu batia estavam fechadas. Cheguei a me sentir sem nenhum valor e quase entrei em depressão, não sabia o que fazer e era muito humilhado".
Ao ver o Apóstolo Valdemiro Santiago pela televisão, a vida de Rinaldo mudou. "Decidi acompanhar o trabalho pela pregação e, por sentir que era mesmo de Deus. Então veio o convite para os vinte e um sábados, dos quais o povo seria abençoado. Chamei minha esposa e decidimos vir até as reuniões, participar desse propósito. Durante uma dessas reuniões, recebi um abraço do Homem de Deus, quando passei pela imposição de mãos e senti que minha vida, daquele momento em diante, mudou".
Conforme a fé de Rinaldo, Deus trabalhou em seu favor. "As portas se abriram e comecei a prosperar, pela misericórdia de Cristo. Consegui abrir uma empresa com produtos de limpeza e artesanato, que foi como comecei a trabalhar para tentar conquistar alguma solução e melhoria. Deus entrou com providência e me abençoou, que hoje, sou dizimista, ofertante, participante de todos os propósitos e coluna desta igreja, pois através desta obra, que conheci a dois anos, o Senhor me deu uma vida próspera e abençoada, como nunca antes".
 Matéria de: Victor Correa