A PARÁBOLA DO SEMEADOR Cuide do seu coração, para que seja boa terra.

FOTO: José Monteiro
Em Mateus 13:1 lemos sobre o Senhor Jesus como o Semeador. A bíblia nos ensina nessa passagem os quatro tipos de coração. Quando o Senhor Jesus falou por parábola, nos mostrou que há quatro tipos de pessoas que recebem a mensagem do Evangelho. O primeiro coração é aquele que recebe a palavra de Deus e, pelo fato de não guardar a palavra em seu coração, ela vai ficando pelo meio do caminho e vêm as aves de rapina e acabam comendo aquela semente. Aquela pessoa que ouve a palavra de Deus, mas que, pelo andar de sua vida, perde a palavra por não a guardar. O segundo coração é aquele que Deus tem dificuldade para entrar, que é duro, que não tem espaço para Deus, cheio de preocupações que não permite a entrada da palavra e, se encontra uma brecha, a mensagem até penetra, começa a dar frutos, a pessoa vê resultados em sua vida, mas quando o sol vem, por não ter raízes, por ter pouca terra, os frutos que começaram a nascer secam e morrem.
Aquela palavra que vai morrendo dentro da pessoa, que não dá fruto, porque não encontra profundidade, não vive a palavra de Deus, não se firma nem se alicerça. O Sol são as lutas, as dificuldades que passamos. Nos momentos difíceis de aflição, onde a palavra produziria frutos para livrar essa pessoa, ela não encontra, seca e morre. Mesmo conhecendo a palavra, essa pessoa desiste, se esfria na fé, se afasta. O terceiro coração é aquele em que a semente caiu entre os espinhos, que cresceram e sufocaram a palavra. Os espinhos representam a pessoa que vive sufocada de si própria. Até recebe a mensagem, o evangelho entra em seu coração, ganha esperança de que agora dará certo, mas seus projetos pessoais, seus desejos, são maiores do que a vontade de Deus na sua vida e esses desejos acabam sufocando a mensagem espiritual do Senhor em sua vida. Ela começa a dar mais vazão ao que os olhos mostram, ao que o mundo apresenta, do que propriamente a Deus. Aquela palavra entra no coração, só que infelizmente, a pessoa permite que seja sufocada. Pessoa sem tempo para adorar e louvar a Deus, que não lê mais a bíblia, não jejua, não ora. O mundo a sufoca, internamente. O “eu” vence a palavra, sufoca e não produz frutos, não apresenta resultados. O quarto coração de que Jesus fala é aquele que recebe a mensagem e frutifica, em ações de fé. Os valores dos frutos são de acordo com a fé, sem impedimento de aparecer. A bíblia fala que, se tem algo que temos de guardar bem é o nosso coração, sobre todas as coisas, porque dele procedem as fontes da vida.
Se não cuidamos do nosso coração, quando a semente chegar - e ela vai chegar, ela será lançada - se o meu coração não for terra boa, ela não vai produzir, não dará frutos. Por isso o diabo trabalha incansavelmente, não para destruir sua família, sua casa, sua empresa, mas para que não venhamos a permitir que o coração seja boa terra, porque ele, conhecedor da palavra, sabe que quando essa semente cai na boa terra, por mais que ele não queira, não consegue impedir que a vida daquela pessoa mude e dê os frutos que ela precisa dar.
Agindo Deus, quem impedirá? Se o seu coração é boa terra, você verá tudo o que deseja, sua família e sua vida transformada, prosperando, com saúde, unida. Nada nem ninguém vai impedir, porque a palavra de Deus produzirá seus frutos. O diabo trabalha para encher os corações com raiva, mágoa, ressentimentos, procura fazer o coração das pessoas serem labirintos, para que venhamos a nos perder dentro de nossos corações, sem encontrar saída, sem conseguir esquecer, perdoar, parar de remoer e projetar. Tudo no objetivo de impedir a semente do Semeador de florescer e frutificar. Sejam muitos ou poucos, todos darão os seus frutos. O que muitas vezes acontece e as pessoas não procuram guardar o seu coração é porque elas não têm ciência, conhecimento, do que seu coração é. Precisamos entender que o nosso coração, o qual a bíblia se refere, é o centro da nossa vida, das nossas vontades e desejos. É a nossa mente. Ele é espiritual, não o órgão que faz parte do corpo, mas o coração emocional, de onde nasce tudo na nossa vida. Tudo o que pensamos, desejamos, passa pelo coração. Esse coração precisa estar como uma terra boa. Terra boa é preparada, sem troncos, sem matos, para não atrapalhar a colheita. A boa terra é um coração puro, por isso o homem precisa arar essa terra, que é examinar a si mesmo. Ninguém entra no reino de Deus de mãos dadas, salvação não é em família, a salvação é individual. Você pode lutar para que sua família conheça o caminho certo, mas não pode salvar outra pessoa e, quando nos preocupamos com os outros, nos esquecemos de nós mesmos e corremos o risco de Jesus voltar e ficarmos. A fonte de nossas vidas está em nosso coração. Se o seu coração for bom, boa terra, tudo o que você desejar, Deus vai entregar para você e tudo o que você fizer, Deus vai abençoar. Você pode passar por lutas, dificuldades, mas se o seu coração é boa terra, você vencerá tudo na sua vida. Não basta assistir, é preciso praticar a palavra, para se beneficiar dos frutos que provém dela. Ainda, embora você não possa ser salvo ou se salvar por outros, todos ao seu redor se beneficiarão pelos seus frutos. Eu não conheço você, mas sei que você pode, após ler esta mensagem, se preocupar com o que Deus te ensinar e receber uma nova terra, uma boa terra. Só é preciso você querer.

Por: Bispo Luiz

Matéria de: Victor Correa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Meditação do dia:Toda a ferramenta preparada contra ti não prosperará, e toda a língua que se levantar contra ti em juízo tu a condenarás

Cantor gospel Kleber Lucas canta em festa de candomblé e incomoda evangélicos

Em áudio vazado pelo ex, cantora gospel implora por maconha: 'Morra!'