Até que ponto a influência de Satanás é poderosa?

Um criminoso pode remover suas impressões digitais da cena do crime na tentativa de não deixar vestígios de sua identidade. Mas quando os policiais chegam ao local, eles sabem que se houve um crime, sem dúvida há um criminoso. Satanás, o “homicida” original, procura não deixar vestígios de sua identidade. (João 8:44; Hebreus 2:14) Ao falar com Eva, ele encobriu sua identidade por meio de uma serpente. Atualmente, Satanás ainda tenta esconder quem é. Ele “tem cegado as mentes dos incrédulos” a fim de camuflar o alcance de sua poderosa influência. — 2 Coríntios 4:4.
No entanto, Jesus identificou Satanás como a mente criminosa responsável por este mundo corrupto em que vivemos. Jesus o chamou de “o governante deste mundo”. (João 12:31; 16:11) “O mundo inteiro jaz no poder do iníquo”, escreveu o apóstolo João. (1 João 5:19) Satanás usa com sucesso “o desejo da carne, e o desejo dos olhos, e a ostentação dos meios de vida da pessoa” para ‘desencaminhar toda a terra habitada’. (1 João 2:16; Revelação [Apocalipse] 12:9) É a ele que a humanidade em geral obedece.
Na verdade, como no caso de Eva, aqueles que obedecem a Satanás fazem dele seu deus. Por isso, ele é “o deus deste sistema de coisas”. (2 Coríntios 4:4) As conseqüências de seu governo incluem hipocrisia e mentiras; guerra, tortura e destruição; crime, ganância e corrupção

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Meditação do dia:Toda a ferramenta preparada contra ti não prosperará, e toda a língua que se levantar contra ti em juízo tu a condenarás

Cantor gospel Kleber Lucas canta em festa de candomblé e incomoda evangélicos

Em áudio vazado pelo ex, cantora gospel implora por maconha: 'Morra!'